Olá! Pessoal!

Meu nome é Adler Parnas, e hoje vou falar de uma técnica que utilizo para escrever o Javascript dos meus projetos. Imagino que todos já conheçam a biblioteca Javascript jQuery e entendam Programação Orientada a Objetos, pelo  menos um pouco.

Já vimos inúmeras demonstrações que a utilização de cache, quando se utiliza jQuery, é muito eficiente por diminuir a chamada da função seletora $(). Sim, fazer cache daquele campo no HTML onde você atualiza os twittes no seu blog é perfeito, afinal de contas, a cada 10, 20, 30 segundos você  altera o texto que está lá!

Agora me responda uma coisa! Do quê adianta eu fazer cache de elementos, se em tal página eles nem existem ou não são tão utilizados assim? Uma forma de tratar isso seria criar um arquivo Javascript apenas para essa página, ou até mesmo colocar o Javascript direto no HTML (haarrrr), podendo gerar muitas linhas de códigos repetidos. Uma forma que gosto de tratar isso é criando objetos para cada “página” do meu site/sistema, assim realizo cache e executo somente o que é necessário.

Vamos dizer que temos uma página de cadastro, onde o Javascript é necessário apenas para validação dos campos e talvez algumas requisições AJAX.  Da forma que eu utilizo seria algo parecido com isso:

 

Para fazer com que cada função initialize seja executada no objeto correto, utilizo uma classe na tag body, que me ajuda no CSS e informa para o Javascript qual página está sendo renderizada.

 

Para que o objeto certo seja executado escrevo meu código Javascript dessa forma:

 

Não sei dizer ao certo, se essa é ou não a melhor forma de escrever o código Javascript, sei que dessa forma facilita muito a reutilização de código, na manutenção e na performance, pois não fico executando comandos de outras páginas.

É isso ai pessoal! Espero que esta dica seja útil para todos e caso tenha tido algo errado, favor me corrijam! Até o próximo post!